As 5.156 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Novo vira do Minho

António Laranjeira / André Teixeira
Repertório de António Laranjeira

Ó Minho Minho, ó verde Minho
Cantas e danças, não andas sozinho
Ó Minho Minho, ó verde Minho
Cantas e danças, não andas sozinho

Ai vira que vira
Ai vira d’Agosto
O ouro que brilha
Dá cor ao teu rosto
Ai vira que vira
Ai vira do mar
Quem vira não vira
Meu amor chegar

Talvez eu me engane mas quem não se engana
Deixei a tristeza perdida em Viana
E no alto Minho já ninguém me apanha
O Minho é mais Minho ao deixar Espanha

Ó Minho Minho, Minho brilhante
Ao cantar do galo, que a fé se levante
Ó Minho Minho, já te vi um dia
Rezando baixinho subindo a agonia

Talvez eu me engane, mas quem não se engana
Deixei a tristeza perdida em Viana
E no alto Minho, já ninguém me apanha
O Minho é mais Minho ao deixar Espanha