- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Deixaste a vida de outrora

Maria Manuel Cid / Armandinho *fado da adiça*
Repertório de Sancha Costa Ramos

Cruzei na rua contigo
Repara que mal te vi
E francamente te digo
Que nem eu te conheci

Que é dessa cinta vistosa / Que enrolavas à cintura
E tornava tão airosa / A tua linda figura

E esses safões de borrego / De castanho desbotado
Da manta que era aconchego / Quando guardavas o gado

A tua calça justinha / E o teu verde barrete
Com a borda já velhinha / A beijar o teu colete

Da maneira tão tão airosa / Com que montavas, pimpão
Essa faquinha nervosa / O teu cavalo alazão

Deixaste a vida de outrora / Renegaste a tua raça
E quando passas agora / És mais um homem que passa