<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Flor morta

Torre da Guia / Jaime Santos *fado alfacinha*
Repertório de Adelaide Madrugada

Quando me dás uma flor
Na ideia de me honrar
Nem sequer pensas na dor
Da flor que me queres dar

Como foste tu cortar / Tanta vida florida
Pensandndo vir contentar / Tristezas da minha vida

Não o vês, irreflectido / Que uma vida e uma flor
Têm tanto de parecido / Quer no prazer, quer na dor

Se o fazes por amor / Que amor estranho é o teu
Quando me dás uma flor / Que já há muito morreu