- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.700 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quando te amo

Mário Raínho, José Luís Gordo / Fontes Rocha
Repertório de Maria da Fé

Sabes amor que acendo os dias
Bebo as manhãs quando te amo
Sabes amor que a tua boca
Sabe-me a rosas quando te amo

Sabes amor que roubo ao céu
Estrelas da noite quando te amo
Sabes amor que a madrugada
Tem mais beleza quando te amo

Quando te amo é verde o mundo
O teu sorriso é mais profundo
Quando te amo o azul do céu
Veste-me um manto que é teu e meu

Quando te amo tudo é diferente
Sinto-me vida, sinto-me gente
Quando te amo tudo é diferente
Quando te amo, quando te amo

Sabes amor que no teu corpo
Morro de espanto quando te amo
Sabes amor que em tua pele
Bebo poesia quando te amo

Sabes amor que tens o cheiro
Da primavera, quando te amo
Sabes amor que nos teus beijos
Respira a vida quando te amo