- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.580 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Marinheiro em alto mar

José Fernandes Castro / Alberto Simões Lopes *fado dois tons*
Repertório de Manuel Delindro

Marinheiro em alto mar
Tristemente navegando
Uma sereia a passar
Encantando, encantando 

Um sonho a flutuar / Dentro dum simples convés
Acorrentado ás marés / Que o querem abraçar
Nos sonhos que tem p'ra dar / Há um vento puro e brando
Que teima em querer gritar / Um verso, de quando em quando
Marinheiro em alto mar
Tristemente navegando

Uma onda buliçosa / Beija a proa do navio
Provocando o arrepio / Da forma mais caprichosa
E o sonho cor de rosa / Que o marujo quer guardar
Tem versos por decifrar / Enquanto ele vai olhando
Uma sereia a passar
Encantando, encantando