- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

A voz que eu tenho

Vasco de Lima Couto / Julio Proença *fado esmeraldinha*
Repertório de Carlos do Carmo

A voz que eu tenho como pensamento
Veio de longe, devagar e triste
Veio rasando os areais de vento
Onde a palavra amor ainda existe

Respirou com o povo as madrugadas
Soube do mar e foi beber o mar
E gritou no silencio das estradas
A solidão que eu tenho p’ra vos dar

Cresce-me a voz nesta prisão do encanto
Com a amizade que me faz viver
E sem saber se me entendeis, eu canto
A presença do amor e a dor de o ter