- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Que os meus amigos me cantem

António Tavares Vasconcelos / Pedro Rodrigues *quadras*
Repertório de Carlos Zel

Quando eu morrer que o meu corpo
Vá sobre as ondas do mar
Que um poeta quando morto
Já não pode naufragar

Que os meus amigos me cantem / Uma canção de embalar
E gaivotas me transportem / Por sobre as ondas do mar

Que uma flor seja atirada / Sobre o meu corpo dormente
Que uma flor incendiada / Só não queima quem não sente

Que se acabe em cada porto / O medo de cada olhar
Que um poeta que está morto / Vai sobre as ondas do mar