<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Marcha de São Vicente 1935

Frederico de Brito / Raúl Portela
Repertório de Amália

Quando eu passo nos Telheiros
O teu amor não me quadra
É que eu tenho medo das más acções
Pois os teus olhos brejeiros
Andam na Feira da Ladra
Diz toda a gente que são ladrões


A Marcha de São Vicente alegra a gente, quando passar
Pois parece que atordoa toda a Lisboa que a ouve cantar
Acendeu aquela chama que torna os bravos em imortais
Não vive só de antiga fama, pois São Vicente é muito mais

Quem puder vir com a gente
Há-de trazer um balão
Um arco enfeitado e saber marchar
Vai pedir a São Vicente
Ele não lhe diz que não
E então vem na marcha sempre a cantar