<> Canal de rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça Fados

<> <> <>
As 5.850 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Chá de chuva

João António Silva / Roiz Batista *fado macau*
Repertório de Isa Cardoso

Saí de casa a correr
Pois tinha de te encontrar
Mas começou a chover
E acabei por me molhar

Sem guarda-chuva, corri / Só parei à tua porta
E quando me viste assim / De vergonha eu fiquei morta

Tirei a roupa molhada / Enrolei-me no roupão
Mas por estar tão apressada / O roupão caiu ao chão

Eis que surges nesse instante / Trazes-me um chá a ferver
E ao veres-me assim deslumbrante / Entornaste o chá sem querer

Tiraste a roupa escaldada / P’ra junto do meu roupão
Com a tua pele queimada / Aqueceste-me no chão