As 5.156 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Sabor a solidão e a saudade

Fernando Campos de Castro / Miguel Ramos
Repertório de Pedro Vilar

Que voz é esta, triste, que me invade
Igual à minha voz entristecida
Que sabe a solidão e a saudade
Maior que o nosso adeus sem despedida

Que mão é esta que me rasga o peito
E deixa a alma exposta ao frio agreste
Num vendaval de amor assim desfeito
Depois do que te dei e tu me deste

Que dor é esta que me arrasa a alma
Que sons é que me queimam os ouvidos
És tu amor em fogo que me acalma
Esta loucura imensa dos sentidos

Que voz me rasga a boca e me tortura
Que luz é que me cega a procurar-te
Que fome e sede é esta de ternura
Que faz com que te sonhe a desejar-te