- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.690 LETRAS PUBLICADAS <> 2.655.000 VISITAS < > 01 JANEIRO 2023
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Amália, o teu nome

Tributo de
Mário Raínho

E toda a nossa terra se vincava
Nos traços do teu do rosto, ó Portuguesa
Se a tua voz, de versos, nos chorava
Num fado que nos rasgava a tristeza

E toda a nossa terra era pequena
Prá grandeza tamanha de quem eras
Campo de rosmaninho, urze e verbena
E as flores, todas, de muitas primaveras

E toda a nossa terra se vestia
Das mais garridas cores do folclore
Desde o vira ao malhão quem não sabia
Qualquer cantiga tua, já de cor?!.

E toda a nossa terra disse adeus
No dia em que de ti tivemos fome
E com lágrimas, na voz, ergueu aos céus:
Amália, quis Deus que fosse o teu nome!!!