- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.515 LETRAS PUBLICADAS <> 2.552.800 VISITAS < > AGOSTO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Estranho fulgor

Pedro Homem de Melo / Franklim Godinho *sextilhas*
Repertório de Camané

Deu-me deus rosas rosas vermelhas

E palavras como abelhas
Esquecendo-se de mim
Deu-me a paz d'alguns minutos
E palavras como frutos
Esquecendo-se de mim

Deu-me as ideisa formosas / E palavras como rosas
Esquecendo-se de mim
Deu-me a voz que persuade / Muito mais do que a verdade
Esquecendo-se de mim

Mas um dia veio a noite / Veio o castigo sem fim
Veio esse estranho fulgor
apartando o bem do mal / E vi que Deus, afinal
Já se lembrava de mim