- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A nossa virtude

Alfredo Guedes / Alfredo Duarte *fado cuf*
Repertório de Alfredo Guedes


Porque dizemos sempre, em voz dorida
Em voz bem alta, clara e bem concisa
Que pelo mal arriscamos a vida
Que pelo bem ficamos sem camisa

Porque é que andamos sempre a apregoar
Virtudes que só nós julgamos ter
Estamos sempre prontos a negar
Defeitos que nos possam ofender

Nós que afinal só estamos de passagem
Na vida, que morre constantemente
Será que um dia temos a coragem
De falar a nós mesmos francamente

Então sim, poderemos perdoar
Defeitos como nós e outros têm
Olhar p'ra eles, sem os odiar
P'ra que eles não nos odeiem também