- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Canal de JOSÉ FERNANDES CASTRO em parceria com RÁDIO MIRA

RÁDIO apadrinhada pelo mestre *RODRIGO*

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
AS LETRAS PUBLICADAS REFEREM A FONTE DE EXTRAÇÃO, OU SEJA: NEM SEMPRE SÃO MENCIONADOS OS LEGÍTIMOS CRIADORES
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
ATINGIDO ESTE VALOR // QUE ME FAZ SENTIR HONRADO // CONTINUO, COM AMOR // A SER SERVIDOR DO FADO
POIS MESMO DESAGRADANDO // A TROIANOS MALDIZENTES // OS GREGOS VÃO APOIANDO // E VÃO FICANDO CONTENTES
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
6.525 LETRAS PUBLICADAS <> 2.572.800 VISITAS < > SETEMBRO 2022
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Amiga

Florbela Espanca / Eduardo César
Repertório de Joana Amendoeira

Deixa-me ser a tua amiga, amor
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor
A mais triste de todas as mulheres

Que só de ti me venha mága e dôr
O que me importa a mim, o que quiseres
É sempre um sonho bom!... Seja o que fôr
Bendito sejas tu por mo dizeres

Beija-me as mãos amos, devagarinho
Como se os dois nascessemos irmãos
Aves cantando ao sol, no mesmo ninho

Beija-mas bem!... Que fantasia louca
Guardar assim, fechados nestas mãos
Os beijos que sonhei p’ra minha boca