<>-----<>-----<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>-----<>-----<>
Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Cais do Sodré

Paco Bandeira / Eduardo Olímpio
Repertório de Rodrigo

O Cais do Sodré não é!... só bares de prostitutas
Também é gente a alombar caixas de peixe e de frutas
Não é só a mão que passa a candonga do Japão
Também é cais onde embarca quem busca no mar o pão

Ai Cais do Sodré... ai Cais do Sodré
Mais vale parecer... que ser o que é
Ai Cais do Sodré... ai Cais do Sodré
Nem todo o sapato... te serve no pé

O Cais do Sodré não é!... só rusga que vai e vem
Também é gente que mora num lar que há muito ali tem
Gente com filhos, mulher e a renda da casa em dia
Gente que apenas trabalha e no trabalho confia

O Cais do Sodré, não é!... só refúgio de falsários
Também são altos guindastes movidos pelos operários
Não é só a mão que passa a candonga do Japão
Também é cais onde embarca quem busca no mar, o pão

O Cais do Sodré... não é!