-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores dos temas aqui apresentados.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* 7.255 LETRAS <> 3.120.500 VISITAS * MARÇO 2024 *

. . .

Ironia lusitana

Jorge Barradas / Armando Machado *fado lurdes*
Repertório de Fernanda Maria

Sopram ventos de esperança e felicidade
Sinais do vendaval que se aproxima
Já perdemos o mar, o amor e a rima
Apenas resta o fado e a saudade

Amor temos aos pais, por tradição
Amor temos ao mar, por rebeldia
Que estranho povo este, que em canção
Consegue
sufocar a nostalgia

Digamos que é uma réstia de poesia
Cantada à alma ilustre lusitana
Que espanto, que surpresa, que ironia
Falarmos de Camões com voz humana

Só os deuses conseguem sublimar
O orgulho de uma raça sem idade
Já perdemos a rima, o amor e o mar
Apenas resta o fado e a saudade