- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.575 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Adolescência ferida

António Rocha / Raúl Ferrão *fado carriche*
Repertório de António Rocha

Poema da minha vida
Sem velhice nem infância
Adolescência ferida
No mar da minha inconstãncia

Poema da minha vida / Fogo que perdeu a chama
Caminhada resumida / A sulcos feitos na lama

Sem velhice nem infância / Vão as verdades morrer
No limite da distância / Que há entre mim e o meu ser

Adolescência perdida / Em busca de mundo novo
E da paixão construída / Com gritos vindos do povo

No mar da minha inconstância / Naufraga a causa perdida
A que tu dás importância / Poema da minha vida

Levas nas mãos amarradas
Vontades amordaçadas