- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.315 LETRAS <> 2.220.000 VISITAS <> JULHO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Minha cidade

José Fernandes Castro / Lino Bernardo Teixeira *fado ginguinhas*
Repertório de José Fernandes

Nasci no Porto, sou tripeiro, e com vaidade
Fiz este fado, ao meu cantinho tão feliz
Cantinho humilde, mas tão cheio de verdade
Cidade minha que deu nome ao meu País

Da imponência majestosa do teu Douro
À tradição do bairro mais popular
És tu a jóia mais bonita do tesouro
Deste País, que tem raiz, p´ra lá do mar

Tua Ribeira, Miragaia e Banharia
A tua Sé, o Pelourinho e teu S.Bento
São a memória desta história que nos guia
E que nos diz que és um mundo em movimento

Não tens riqueza, mas tens fado e lealdade
E tens uns filhos que te querem muito bem
Tens a nobreza da mais bonita cidade
Tu és meu Porto, a minha cidade mãe