- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ FEVEREIRO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

BARRA DE PESQUISA

Ternura dos quarenta

Paco Bandeira / Pedro Bandeira Freire
Repertório de Rodrigo

Quando penso que passei / Fronteiras de solidão
Tinha p’ra dar e não dei / Olhei p’ra trás e pensei
Não tenho nada na mão

Tive o tempo e não senti / Tive amores e não amei
Os amigos que perdi / As loucuras que vivi
São tantas que já nem sei

Quem eu era... quem sou e quem pareço
Se alguém hoje me espera... concerteza que mereço
Mereço ainda... amor, tua presença
Para enfrentar a vida... com a ternura dos quarenta

Foram tantas as idades / Da vida que atrás deixei
Não quero sentir saudades / Vou em outras amizades
Amar o que não amei

Os copos que não bebi / Os discos que não toquei
Os poemas que não li / Os filmes que nunca vi
As canções que não cantei

Meus amigos... importante é o sorriso
Para seguir viagem... com a coragem que é preciso
Não adianta... deitar contas á vida
A ternura dos quarenta... não tem conta, nem medida