<>-----<>-----<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>-----<>-----<>
Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Meu triste, triste amor

Jorge Fernando / Alfredo Duarte *eu lembro-me de ti*
Repertório de Ana Moura

Meu triste, triste amor, das noites inocentes
Que o amor ao possuír-me, inocentiza-me o ser
Por sobre a minha pele, as tuas mãos reluzentes
Afadigam-se no corpo, p'ra melhor o conhecer

Meu triste, triste amor de anseios prematuros
De ventos circundantes incentivados por nós
O amor se faz ouvir por entre beijos seguros
Num sorriso insolente que não chega a ser voz

Meu triste, triste amor, de inuzitada memória
De incontadas promessas, em tímido pudor
Somente a nossa voz, poderá contar a história
Do quanto nos amámos, meu triste, triste amor