<>-----<>-----<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>-----<>-----<>
Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Fiz do fado a minha sorte

Agostinho Mendes / Georgino de Sousa *fado georgino*
Repertório de Cidália Moreira

Fiz do fado a minha sorte
Nele trago o meu sentido
E a razão do meu viver;
Fado amigo, és o meu norte
E desabafo contigo
As mágoas do meu sofrer

Se a nostalgia me invade
Dele faço a minha amarra / P'ra aliviar meu castigo
E então, oiço a saudade
A carpir numa guitarra / Como que a chorar comigo

Faz-me sempre companhia
Nas horas boas e más
/ Vive comigo, a meu lado
E assim vivo dia a dia
Que só a morte me faz / Separar de ti meu fado