- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.650 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Ria dum rio novo

António Laranjeira / André Teixeira
Repertório de António Laranjeira

És a Veneza do povo / Porque o povo está primeiro
E trazes um olhar novo / No teu olhar moliceiro
És ria dum rio novo
Cravo do mar marinheiro

Acordas chegando à vida / Porque viver é chegar
Em cada maré perdida / Há mais pressa de voltar
Aveiro de ver a vida
Aveiro de ver-o-mar

Quem te pediu que tivesses / Mais tradição portuguesa
E que pela vida fizesses / Do povo a tua nobreza
Quem de amarelo te veste
É mais feliz com certeza