<> Canal de Rádio criado em homenagem a RODRIGO <>
Clique na imagem e oiça a Rádio Bocas do Fado

<> <> <>
Este espaço foi criado <> Com grande dedicação <> Por alguém que faz do fado <> A sua religião.

<> <> <>
As 5.845 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <>
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa.
Paulo Freire *filósofo* 1921 <> 1997

<> <> <>
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil <> Em caso de dificuldade não hesite em contactar <> fadopoesia@gmail.com

Alfama que maravilha

Jorge Rosa / Alvaro Duarte Simões
Repertório de Carlos Macedo


Alfama, que linda és
Vista das altas trapeiras
Dezenas de chaminés

Centenas de sardinheiras;
E o doce Tejo a teus pés
A retratar-te as maneiras

Alfama, que graça a tua / Cada esquina é uma aguarela
Uma flor em cada rua / Que não é rua, é viela
És azul á luz da lua
E á luz do sol, amarela

Alfama, que encanto teu / Num sobe e desce talhado
Escadinhas subindo ao céu / Escadinhas descendo ao fado
No sonho que em ti cresceu
Há sonhos por todo o lado

Alfama que a dôr perfilha / Onde a saudade fez cama
Sorri ás mágoas que trilha / E á má língua que a difama
Alfama que maravilha
Que maravilha é alfama