- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Poetas do paraíso

Fernanda do Carmo / Joaquim Campos *fado tango*
Repertório de Fernanda do Carmo

Poetas do paraíso
Tão despidos de ambição
Dizei ao mundo indeciso
Que nada mais é preciso
Que quatro palmos de chão

Dizei poetas, dizei / A cobardes e a bravos
O mundo tem suas leis
Todos nascem como reis / Todos morrem como escravos

Rezai poetas, rezai / Pela pobre humanidade
Tudo morre, tudo cai
E até a vida se esvai / Sem se alcançar a verdade

Só quatros palmos de chão / E nada mais é preciso
Tão despidos de ambição
Cantai a voz da razão / Poetas do paraíso