As 5.156 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores !!!
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
<> POR FAVOR, alerte-me para qualquer erro que encontre <>
<> Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
* Por motivos alheios à minha vontade, o motor de busca nem sempre responde satisfatóriamente *

* A seleção alfabética é da responsabilidade da blogspot !!!
* Caso necessite de ajuda envie a sua mensagem para: fadopoesia@gmail.com *
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O fado veio a Paris

Luís Macedo / Fernando Carvalho
Repertório de Amália 

Quando em Lisboa, o povo mal me conhecia
O que era o fado, eu quis saber
E tanto andei e perguntei a quem sabia
Que finalmente pude aprender

Certo dia ao passar numa rua em Lisboa
Um
amigo poeta e cantor
Murmurou-me ao ouvido e a medo o segredo
Do fado em Lisboa é o amor

O Fado veio a Paris
Alfama veio ao Pigalle
E até o Sena se queixa de pena
Que o Tejo não quis sair de Portugal
O fado veio a Paris
Alfama veio a Pigalle
E até Saint-Germain-des-Prés
Já canta o fado
em francês

Vim
a Paris para cantar e ser fadista
Por certo não pensa ninguém
Que a mesma história de Lisboa e do fadista
Aconteceu aqui também


Certo dia ao entrar num Bistrot 
P'ra ouvir a Java, alguém disse bonjour 
Amália c’est fini t’as trouvé le secret  
D'la chanson de Paris c’est l’amour