- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Assim é que é

José Galhardo / João Nobre
Repertório de Ada de Castro 

Oiço dizer mal do fado
Mas quem nos faz o remoque
São os pipis do Chiado
As rachas ao lado
Do twist e do rock

Deixai falar, não ligamos
Pois também nós, com razão
Do que eles gostam não vamos
Dizer que gostamos
Lá isso é que não

Dizem que o fado é maldito
Bonito, bonito // Bonito não é
Que o Bairro alto é esquisito
Bonito, bonito // Bonito não é
Que ir lá comer peixe frito
Bonito, bonito // Bonito não é
Mas pra ser fado, ‘stá escrito
E eu digo e repito
Assim é que é

Dizem que é feia a vila
É… mas que graça que tem
Os paus de roupa à janela
E as cordas com ela
E a cor num vai-vém

Dizem que é mau ser fadista
Ser Teddy-boy é que é mau
Mas o pior, salta à vista
Que é ‘star noutra lista
Ser pumba e báu báu