- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Tango de um amor proibido

Paulo Espírito Santo / Valter Rolo
Repertório de Liliana Martins 

A minha rua sente-se tua
Sempre que passas para me ver
E até a lua te espera nua
Nestas vidraças para te ter

E a sorrir eu sinto-te a chegar
Abro a porta, quero-te abraçar
Amo a noite porque ela te traz p’ra mim

E danço contigo um tango perdido
Que o sol jamais verá
Amor proibido, o céu prometido
Que nunca se abrirá
És minha vida e o tudo que eu não terei
Ser toda em ti, eu nunca o serei

E fica a lua dona da rua
Quando, minguante, te vê saír
E eu que sou tua, sinto-me nua
No frio instante do teu partir

Nasce o dia e volta a contrição
Cada aurora chama-me à razão
Mas eu bem sei que p’ra te ter só mesmo assim