- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Varina da Madragoa

Manuel Paião / Eduardo Damas
Repertório de António Mourão

Eu ontem fui passear / P'las ruas da Madragoa
Vi uma certa varina / Logo fiquei de cabeça à toa

Olhou p'ra mim e sorriu / Olhei p'ra ela e sorri
Subiu a Rua da Esperança / Depois nunca mais a vi

Varina, onde è que estás
Onde è que eu te hei-de encontrar
Vou correr a Madragoa
P'ra te ver de novo passar;
Varina, quando passaste
Não sei dizer-te o que senti
Eu sei que o meu coração
Logo correu atrás de ti


A sua graça bonita / Era tal, se ela aparecia
Qua própria Rua da Esperança / Há muito já a conhecia

Só eu ainda não sei / Onde é que a vou encontrar
Vou correr ruas e becos / 
E hei-de com ela casar