- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.685 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O poeta tem nome

José Fernandes Castro / Carlos Neves *fado tamanquinhas*
Repertório de Vanessa Quinteiro

Podem chamar-lhe poeta
Letrista ou versejador
Mas a verdade concreta
Está na rima discreta
Com que nos fala d’amor

Podem chamar-lhe saudade / Ciúme ou até tristeza
Mas p’ra nossa felicidade
O poeta é na verdade / O porta voz da beleza

Também pode ser passado / Presente e também futuro
Quando se trata de fado
Um poeta amargurado / É alma dum sonho puro

Poeta é alma perdida / Na noite do sentimento
Porta-voz da própria vida
Poeta da dor sentida / Rimando dor com alento