- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Desencanto

Fernando Cmpos de Castro / Amadeu Ramim *fado zeca*
Repertório de Alda Branca

Não tenho coragem nem alento
Que a dor é mais sofrida se é calada
Como um rio que nasce d’um lamento
E mais castiga a alma sufocada

Não tenho mais nada que adormeça
Este fogo de raiva a crepitar
Já não tenho ideias na cabeça
E já nem fecho os olhos p’ra chorar

O que tenho em mim é um deserto
Com restos de um amor que foi ternura
E tenho a tua imagem sempre perto
P’ra me vestir as horas de loucura

Já não tenho forças p’ra dizer
Que sempre te esperei neste desejo
E já nem tenho gestos p’ra prender
As nossas duas bocas num só beijo