- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.700 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

No fundo do coração

Hélder Moutinho / Alfredo Marceneiro *fado pajém*
Repertório de Marco Oliveira

Tenho um segredo escondido
No fundo do coração
Um poema prometido
Que não perdeu a razão

Talvez rime com saudade / Talvez rime com paixão
O meu poema escondido / No fundo do coração

Tenho um poema guardado / No canto do teu olhar
Fiz do teu nome o meu fado / Onde aprendi a sonhar

Talvez rime com ternura / Talvez rime com paixão
Segredo que não tem cura / Talvez seja esta loucura
Que não perdeu a razão

Talvez rime com ternura / Talvez rime com paixão
Talvez seja esta loucura / No fundo do coração