- - - - - - - - - -

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira

Canal de J.F.Castro em parceria com a Rádio Mira
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Existem (pelo menos) 80 letras publicadas que não constam do índice. Caso encontre alguma avise-me, por favor.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6.270 LETRAS PUBLICADAS /*/ 2.078.500 VISITAS /*/ MARÇO 2021

ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO.

Pois mesmo desagradando // A "Troianos" maldizentes / Os "Gregos" vão apoiando // E vão ficando contentes

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se não encontra a fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido.

fadopoesia@gmail.com

- - - - - - - - - - - - - - - -

Pesquisa.

Encontro

Mané Santos / Nel Garcia
Repetório de Mané Santos

Eu nasci em mês de Outono
Liberta em meu abandono
De criança apetecida
Soltei gritos de amargura
Busquei braços de ventura
Respirei… e senti vida

Em maré fria d’inverno
Bebi luz de sol eterno / Fui à procura de mim
Só encontrei o meu corpo
Leme de barco sem porto / Porque o mar o quis assim

Depois, teimei em viver
Fiz-me flor só p’ra saber / Se alguém ao vê-la, parava
E minha ânsia de quimera
Morreu nessa Primavera / Sem saber que te encontrava

Então, sonhei que existias
Pedi a Deus por meus dias / Tive saudades de ti
Encontrei-te em madrugada
Amei-te numa alvorada / Senti teu corpo… e vivi