- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.585 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Mágoa

Fernando Pessoa / Custódio Castelo
Repertório de Cristina Branco

Bóiam leves, desatentos
Meus pensamentos de mágoa
Como no sono dos ventos
As algas, cabelos lentos
Do corpo morto das águas

Bóiam como folhas mortas / À tona de águas paradas
São coisas vestindo nadas
Pós remoinhando nas portas / Das casas abandonadas

Sono de ser, sem remédio / Vestígio do que não foi
Leve mágoa, breve tédio
Não sei se pára, se flui / Não sei se existe ou se dói