- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - - - -
As 5.440 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os
- - - - -
Ninguém sabe tudo, ninguém ignora tudo, só todos juntos sabemos alguma coisa <> PAULO FREIRE *filósofo*
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Vestida de fantasia

Deolinda Maria / Edgar Nogueira
Repertório de Deolinda Maria

Vestida de fantasia
Eu ando assim todo o ano
Contrária a tudo o que faço
Eu fingo ter alegria
Mas a mim própria me engano
Tenho o condão do palhaço

Ninguém pode adivinhar / O que eu sou na realidade
Não me deixo conhecer
Eu canto p’ra não chorar / Ou p’ra melhor ocultar
O meu estranho viver

De ilusões também se vive
Boa sorte nunca tive
Cantando, sinto-me alguém
No carnaval desta vida
Muita gente anda a fingir
Alegrias que não tem