- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Minhas saudades

Hermano Sobral / Popular *mouraria estilizado*
Repertório de Maria Teresa de Noronha

O tempo que vai passando 
Traz saudades sem saber
Saudades que vão ficando
Para saudades fazer 


Oh meu amor que saudade  / Porque não hás-de voltar
Ao menos p’ra enganar / O tempo, a triste verdade;
Ainda tive a veleidade  / De lutar para esquecer
Mas perdi-me no sofrer  / Se já nem sei desde quando;
O tempo que vai passando
Traz saudades sem saber


Uma saudade perdida  / Acolheu-se à minha beira
Fez-se a minha companheira  / Dedicada e preferida;
E agora desiludida  / Sem acalentar sequer
A esperança de outro viver  / Levo a vida acarinhando;
Saudades que vão ficando
Para saudades fazer