- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O fado nasceu comigo

Isidoro Cavaco / José António Sabrosa *fado tia dolores*
Repertório de Claudia Madeira

Eu trouxe o fado ao nascer
Toda a gente p’ra viver
Precisa de respirar
Deus a mim fez-me dif’rente
Respiro como toda a gente
Mas morro se não cantar

Meu coração quando canta
Põe-me o fado na garganta / E na voz esta emoção
Corre-me o fado nas veias
Vamos pois vivendo a meias / Numa perfeita união

Dizem que o fado é tortura
Eu sigo nesta loucura / De o cantar constantemente
Quando algum dia sofrer
Não me importo de morrer / Cantando p’ra toda a gente

O fado é a minha sina
E sinto desde menina / Que é de mim um bocado
Por isso mesmo sem qu’rer
Cantarei até morrer / Porque cantar é meu fado