- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Não sei ao certo

Armando Costa / Armandinho *alexandrino*
Repertório de Rodrigo

Não sei quantas amei na minha mocidade
Não sei quantas beijei de amor, sentidamente
Mas sei que é só por ti que trago esta saudade
Que sem pena de mim, me segue eternamente

Não sei quantas manhãs, à luz da fantasia
Meus braços levantei, gritando uma paixão
Mas sei que é só por ti que arrasto, noite e dia
A cruz do meu viver por entre a escuridão

Não sei porque razão, nas asas da quimera
Por entre sonhos mil, feliz, cantei a vida
Apenas sei dizer que ainda estou à espera
Desse amor que juraste à minha despedida

Não sei nem quero saber, que importa o que sofri
E tudo mais que amei na minha mocidade
Apenas sei dizer, mulher, que é só por ti
Que é só por ti mulher, que trago esta saudade