- - - - -

- - - - -
<> Clique na imagem e oiça Fado <>
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.700 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Pinga no pão

Fernando Campos de Castro / Vitor José
Repertório de Natércia Maria

Vem lá de fora muito peixe que comemos      
Quando o melhor mora aqui no nosso mar
Pois a sardinha que gostamos e queremos
É diferente e tem outro paladar

Com molho verde pouco há quem a receite
Só com saudades a podemos preparar
Porque a cebola misturada com azeite
Deixam a salsa e a pimenta a desejar

Ai que saudades
Da sardinha prateada
Toda cheirosa sobre as brasas de carvão
Ai que saudades
Da sardinha bem assada
Que nos pingava para a alma e para o pão                         

Pode a sardinha brilhar mais à luz do sol
E ser maior no tamanho e na largura
Mas o qu’importa se por dentro é toda mole
E cada escama que a veste é muito dura

Nem de escabeche a de fora fica boa
Por isso digo cada vez com mais certeza
Que a melhor com o vinho e muita broa
É a sardinha cá da costa portuguesa