- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Por môr de bailar

Tiago Torres da Silva / Valter Rolo
Repertório de Sandra Correia 

Quem nunca foi a Viana
Não conhece viras ou gótas
E se julga que me engana
Bem pode ir arrumando as botas

Sou rapariga do Minho
Mas não me hão-de chamar galega
E nenhum homem sozinho
Me canta um fadinho
Que um pra mim não chega

Quem nunca foi a Viana
Não conhece gótas ou viras
E não julgue que me engana
Apenas com duas mentiras

Sou rapariga do Minho
E não me hão-de levar à certa
Mas se houver um rapazinho
Que me dê carinho
Deixo a porta aberta

Não convidem prá bailação
Quem chegou mas já trouxe par
Deixem isso às raparigas
Que ensaiam cantigas
Por môr de bailar
Deixem isso às raparigas
Não façam intrigas
Porque arranjam par

Quem nunca foi a Viana
Poderá ser pobre ou ser rico
Mas não julgue que engana
Se não vier ao bailico

Sou rapariga do Minho
E sem ser nenhuma beleza
Levo a água ao meu moinho
Pois visto de linho
Bem à portuguesa