<>-----<>-----<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>-----<>-----<>
Loading ...

5.915 LETRAS // 1.500.000 VISITAS // DEZEMBRO 2019

Mãos frias, coração quente

Augusto Gil / Oliveira de Freitas
Repertório de Ada de Castro

Mãos frias, coração quente
Quanta vez isto dizias
Com o teu ar sorridente
Aquentando-me as mãos frias

Agora decerto tenho / Num braseiro, num vulcão
O frio é tanto, é tamanho / Que a pena cai-me da mão

Queria dizer-te o que penso / E o que faço e premedito
Mas posso lá ser extenso / Com este frio, frio maldito

Tu perdoas certamente / Tu não te zangas, pois não?
Mãos frias, coração quente / Lá diz o velho rifão