<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.680 Letras / 1.320.000 VISITAS // JULHO 2019

Meus rios de ternura

Manuel da Silva Ferreira / Alfredo Duarte *fado laranjeira*
Intérprete: Chico Madureira


Despejei nos teus lábios, meus rios de ternura
E os meus braços sábios quebraram-te a cintura
Os raios que lançaram teus olhos, que loucura
Cruzaram, navegaram, meus rios de ternura

As águas inundaram meus olhos de loucura
Barquinhos que adornaram num rio de ternura
As redes que lançaram, perderam-se à procura
Dos braços que marcaram p’ra sempre essa cintura

Cintura, leito e foz do rio que a procura
Suspiro, ideia e voz, farol da noite escura
Teus olhos pescadores de amor e de loucura
Rumaram sem temor, meus rios de ternura

Agora se te esperam, além, na noite escura
Não sei porque te quero, formosa criatura
Meus braços sem cintura deixaram de ser sábios
Meus rios de ternura perderam os teus lábios