<> Existe um espaço de 20 segundos entre o começo do Fado e a sua identificação <>
Loading ...
<> <> <> <> <>
Vai certamente encontrar // Algumas incorreções /:/ Se quiser, pode ajudar // Com boas informações.

<> <> <> <> <>
As letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.

<> <> <> <> <>
A seguir aos índices encontrará uma lista aconselhável de FONTES de FADO !!!

<> <> <>

<> <> <>
5.680 Letras / 1.320.000 VISITAS // JULHO 2019

Dona do fado

Frederico de Brito / Ferrer Trindade
Repertório de Dulce Guimarães

Sempre que canto este fado, sinto alegria
De recordar o passado e a Mouraria
Lembrar aquelas branquinhas vielas de tanta saudade
Que deviam ser, portanto, a graça, o encanto de toda a cidade

Velha Lisboa, dona do fado
Sabe cantigas daquelas antigas

Que fazem chorar
Duma canoa que o Tejo irado
Doido a levasse e p’ra sempre ficasse

Perdida no mar

Esta Lisboa garrida, é mais Lisboa
Numa janela florida da Madragoa
No Bairro Alto, de negro basalto, mas cheio de fama
Ou naquele aspecto belo que tem o Castelo, vizinho de Alfama