- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO

Rádio apadrinhada pelo mestre RODRIGO
CANAL DE JOSÉ FERNANDES CASTRO EM PARCERIA COM A RÁDIO MIRA

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Loading ...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* As letras publicadas referem a fonte de extração, ou seja: nem sempre são mencionados os legítimos criadores *

<> 6.305 LETRAS <> 2.220.000 VISITAS <> JULHO DE 2021 <>

* ATINGIDO ESTE VALOR /*/ QUE ME FAZ SENTIR HONRADO /*/ CONTINUO, COM AMOR /*/ A SER SERVIDOR DO FADO *

* POIS MESMO DESAGRADANDO /*/ A *TROIANOS* MALDIZENTES /*/ OS "GREGOS VÃO APOIANDO /*/ E VÃO FICANDO CONTENTES *

* NÃO ENCONTRA O FADO PREFERIDO? /*/ ENVIE, POR FAVOR, O SEU PEDIDO * fadopoesia@gmail.com

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

* NASCEU ASSIM... CRESCEU ASSIM... CHAMA-SE FADO // Vasco Graça Moura // Porto 03.01.1942 // Lisboa 27.04.2014 *

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O amor é louco

Letra e musica de João Dias Nobre
Repertório de Carlos Ramos

Nunca vem se alguém o chama
P’ra surgir nada é preciso
O amor tem tão má fama
Que diz, quem ama, não tem juízo

Podem de tudo o acusar
Que ao amor, nada lhe importa
Não se faz anunciar
E para entrar não bate à porta

O amor é louco
Não façam pouco desta loucura
Talvez quem ria
Fique algum dia louco e sem cura
Só quem não sente
Fala da gente, já percebi
Que vão falando
Também eu ando louco por ti

O amor é insensato
Nunca vi tonto maior
Vive sempre em desacato
E se o maltrato 'inda é pior

Anda por aí à toa
Liga a todos e a ninguém
Ora amua, ora perdoa
E até magoa quem lhe quer bem