- - -

- - -
° Caro visitante, existe 1 minuto de interregno entre a identificação dos intérpretes °
Loading ...
- - -
° 6.000 Letras Publicadas // 1.7550.000 Visitas ° Maio 2020
- - -
° Por questãoes de funcionalidade existem índices divididos em 2/3 colunas // Os fados de Coimbra e os Humorísticos estão em colunas isoladas °
- - -
° Procure a letra do Fado // Pelo título correto // E veja aqui publicado // O seu Fado predileto // Se não encontra o seu fado preferido // Envie, por favor, o seu pedido °
- - -
° fadopoesia@gmail.com °

.

Deixem-me ser assim

Jorge Fernando / Martinho d'Assunção *fado alexandrino*
Repertório de Fernando Maurício

Deixem-me ser assim fadista como sou
Ser voz de mar tranquilo, ser voz de noite calma
Deixem-me ser jardim que em mim se cultivou
Onde a seiva da voz transforma a flor em alma

Deixem-me ser assim, apenas como sou
Ser onda que alcançou a praia desejada
Não me gritem decretos que um dia alguém criou
Não sou palco de versos, sou eu, ou então nada

Por isso é que renasço em todos os meus fados
No ventre cristalino dum mar que não tem fim
Jamais cantarei preso a gestos estudados
Não trago fado á vista mas sim dentro de mim