- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.635 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Voz do coração

Joana Cota / Armando Machado *fado súplica*
Repertório de Joana Cota c/ Rui Duarte

Eu dou-me muito bem com a solidão
Quando fico longe dos teus braços
Eu sei ouvir a voz do coração
Que dá voz à razão que há nos meus passos

Tolero que te sintas isolado
E vejas o meu mundo d’outra cor
Mas se os teus sonhos ficam desolados
Como pode entre nós haver amor

A raiva que me turva o pensamento
Invade as minhas veias mais ingratas
E em vez de soltar um só lamento
Corre pelo meu sangue ideias vastas

E quando terminar este poema
Releio, vezes e vezes sem razão
E encontro nas palavras um dilema
Com a raiva aliada ao coração