- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Canto ainda por alguém

Manuel de Andrade / Custódio Castelo
Repertório de Cristina Branco 

Canto ainda por alguém
Que não voltarei a ver
Cantam meus olhos também
Teus olhos, sem o saber

Dizem que trago mais triste / O cansaço no olhar
Com a cor de quem desiste
De quem não pensa voltar

O meu sorriso é tão frio / Como os meus olhos parados
Trago em meu cantar vazio / A amargura dos meus fados

Mas em mim nada mudou / De quem parte nada vem
Eu fui a mesma que sou / Canto ainda por alguém