- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Valsa da despedida

Letra e música de Marco Oliveira
Repertório do autor

Nada que possas dizer me vai fazer voltar
Nem a chuva dos teus olhos me vai saber prender
Nada que possas dizer, mesmo que possas mudar
Nas tuas frases feitas não me vou perder

Nem os teus beijos de mágoa
Vão saber parar o vento
Nas ruas onde deixaste o nosso amor morrer
Não digas que fui eu
Quem te deixou ao relento
Quem te fez perder o chão, se tens a vida por viver