- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.590 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

O rio do meu sonho

José Fernandes Castro / Armando Machado *fado marana*
Repertório de Rute Rita 

O rio do meu sonho já secou
Agora só existo neste fado
O mar onde o meu barco navegou
Tem ondas de prazer desencantado

O rio do meu pranto, tem agora
O sal da solidão e do tormento
A vida já não tem data nem hora
Pois tudo se resume ao sofrimento

O rio transbordante do meu peito
Não tem o encantamento das marés
Meu sonho, já distante e já desfeito
Não tem a cor do amor com que me vês

Mas mesmo assim, eu quero que o meu rio
Naufrague, no teu mar encapelado
E vá beijar a proa dum navio
Que trago a navegar neste meu fado