- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Marcha do Alto do Pina

César de Oliveira / J.A.Ramos / Carlos Dias
Repertório de Amália

Quando o sol sorri sobre Lisboa
Logo o Alto Pina vai beijar
E saudar a gente boa
Que parte p’ra trabalhar

Mas a noite chega e surge a lua
Pr’animar os bailaricos
Toda a gente vem p’ra rua
E no ar flutua cheiro a manjericos

Aqui vai o Alto Pina // E ninguém lhe ensina
A ser mais popular
Traz na boca essas cantigas // Que as raparigas
Tanto gostam de cantar
Pula a fogueira num salto
P’ra manter a tradição, um balão
O nosso bairro ilumina
Erguido no alto, no Alto do Pina

Vamos lá cantar, deixem o resto
Venham cá ao bairro para o ver
É pitoresco e modesto
Mas alfacinha a valer

Alegre cantando a marcha passa
Airosa, fresca e ladina
Mostrando bem toda a raça
Que leve esvoaça no Alto do Pina