- - - - -

- - - - -
Clique na imagem e oiça Fado
- - -
Ninguém ignora tudo, ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa, todos nós ignoramos alguma coisa. Por isso aprendemos sempre
PAULO FREIRE *filósofo* 19.09.1921 / 02.05.1997
- - - - -
As 5.500 letras publicadas referem a fonte de extração, o que nem sempre quer dizer que os artistas mencionados sejam os seus criadores.
- - - - -
Use o motor de busca *barra de links* para pesquisa rápida e fácil.

Quero cantar

Manuel de Almeida / António Parreira
Repertório de Manuel de Almeida 

O fado tenho cantado / No meu estilo verdadeiro
A ele me tenho dado / E entregue de corpo inteiro

Com a esperança prometida / Fiz do fado com prazer
O jeito d’estar na vida / Enquanto vida tiver

Quero cantar, recordando sonhos meus
E de mim só peço a Deus
Que o fado nunca se queixe
Quero cantar, quero cantar livremente
Ao meu povo, à minha gente
Até que a voz me deixe

Quando um dia se calar / Para sempre a minha voz
A guitarra há-de lembrar / O amor que houve entre nós

Vergado ao peso da culpa / Se culpa houver, meu Senhor
Ao fado peço desculpa / Por não ter feito melhor